Bliss balls de cacau, caju e kale

A palavra bliss significa felicidade, alegria, êxtase – e eu acho que resume bem esta receita. Super fáceis de fazer, estas bolas energéticas diferem das outras pelo sabor tostado dos cajus e porque levam couve. Sim, couve. Mas não uma couve qualquer – couve kale,  o superalimento que está a deixar todas as outras couves num chinelo. Rica em cálcio, vitamina A e vitamina K, bastam umas folhinhas para obter os benefícios desta super-couve. E, novamente, prometo que nem vão dar por ela.

 

Bliss balls de cacau, caju e kale

Bliss balls de cacau, caju e kale

A palavra bliss significa felicidade, alegria, êxtase – e eu acho que resume bem esta receita. Super fáceis de fazer, estas bolas energéticas diferem das outras pelo sabor tostado dos cajus e porque levam couve. Sim, couve. Mas não uma couve qualquer – couve kale,  o superalimento que está a deixar todas as outras couves num chinelo. Rica em cálcio, vitamina A e vitamina K, bastam umas folhinhas para obter os benefícios desta super-couve. E, novamente, prometo que nem vão dar por ela.   Relacionado

Imprimir Receita
Doses: 12 bolinhas Tempo de preparação: Tempo Cozedura:
informações nutricionais por bolinha 70 Calorias por bolinha 1,2 Gordura
Avaliação 5.0/5
( 1 votos )

Ingredientes

  • 12 tâmaras medjool  (se não usarem medjool, terão de deixar as tâmaras de molho em água por algumas horas antes)
  • 40 gramas de cajus torrados sem sal
  • 1 colher de sopa bem cheia de cacau em pó (de preferência cacau cru)
  • 1 colher de sopa de farinha de aveia (ou outra)
  • 1 folha de kale grande

INSTRUÇÕES DE PREPARAÇÃO

Num processador de alimentos, triturar os cajus até estarem desfeitos (não devem ficar em farinha, mas sim em migalhas). Juntar as tâmaras sem caroço, o cacau e a farinha e triturar tudo. A massa deve ter um aspeto granulado, mas transformar-se numa massa moldável assim que se aperta entre os dedos. Caso esteja seca, podem juntar um bocadinho de água; caso esteja demasiado húmida, podem juntar mais farinha. Retirar o caule da folha de kale e juntar a folha em pedaços; voltar a triturar para que se desfaça e se misture com a massa. Formar as bolinhas. Reservadas no frigorifíco duram vários dias.

Notas

Podem usar caju cru para esta receita, mas vale a pena perder tempo a torrar o caju (ou comprá-lo já torrado, mas sempre sem sal). É este sabor tostado que diferencia estas bliss balls das restantes.

Related posts

Mousse de morango

Inês Frohn

Receita de quiche de espinafres

Miguel Jardia

Taça de Meloa com Iogurte

Inês Frohn

Login

X

Registar